André Homem de Mello

Formado em Administração de Empresas com pós graduação em Marketing – ESPM, o velejador André Homem de Mello nos deixa uma lição de determinação e de capacidade de superação do homem frente às adversidades.
 
Os problemas enfrentados pelo velejador solitário André Homem de Mello durante seus 9 anos de experiência no esporte, servem de incentivo aos que vivem o dia-a-dia das grandes corporações.  Mostra que qualidades pessoais como perseverança, criatividade, intuição, coragem e adaptabilidade a mudanças fazem parte do dia-a-dia do velejador.
 
O público irá vivenciar as dificuldades encontradas pelo velejador durante suas viagens e irá se surpreender com as soluções encontradas por ele para ultrapassar barreiras, vencer desafios e sair vencedor. 
 
Palestras:
 
Os problemas enfrentados pelo velejador solitário André Homem de Mello durante seus 9 anos de experiência no esporte, servem de incentivo aos que vivem o dia-a-dia das grandes corporações.
 
Conceitos transmitidos nas palestras:
 
Desafio: Para se tornar o primeiro brasileiro a completar uma volta ao mundo, solitário, sem escalas, André teve que enfrentar muitos desafios.
 
Motivação: Ser um pioneiro e realizar algo inédito foram as razões que o motivaram a seguir a busca de um sonho.
 
Planejamento: Passar mais de 6 meses a bordo de um pequeno barco, sem pisar em terra, requer muito planejamento. Foram mais de 6 anos de muita dedicação e preparação.
 
Superação de Limites: Sono, Alimentação, Solidão, Ambiente em constante movimento, são exemplos do que ele teve que enfrentar para conseguir vencer.
 
Trabalho sob-pressão: Em um ambiente com tempestades frequentes, icebergs por todos os lados, ondas gigantes, calmarias sem fim e muito frio, conseguir manter a mente e o corpo em equilíbrio, era uma tarefa árdua, quase impossível, mas ele venceu.
 
Criatividade: Para cada novo problema a bordo eram necessárias novas soluções. Era exatamente na hora da dificuldade que ele encontrava soluções aparentemente inimagináveis.